quarta-feira, 30 de abril de 2008

Pisando na bola

Uau, a Km semanal caiu para 40 Km hoje! Isso porque eu desisti do treino hoje, a temperatura tava 1 grau negativo (isso nao acaba nunca...) e eu tinha umas coisas para fazer no trabalho antes de uma reuniao de manha. Resolvi vir pro trampo ao inves de correr. E ontem foi o treino com o Trevor, a gente nao rodou muito, embora tenha sido bem agradavel, tempo limpo, manha bonita mas... estava frrrrio, 1 grau. Mas ainda tenho 3 dias para completar um mes, acho que vou chegar pelo menos nos 200 km.

Nao eh ruim pois no inverno eu tava na casa dos 60 a 80 Km por mes eu acho. Nao ia conseguir muita coisa no primeiro mes mais quente. Nao quente ainda. alias essa semana esfriou muito, nao sei o que acontece, se o tempo tivesse fechado acho que ia nevar... E tenho me sentido cansado, as vezes bem cansado, nao seria muito prudente tentar correr mais do que isso.

O japones superou a casa dos 450 no mes de Abril, algo inimaginavel para mim. Mas pretendo fazer melhor em Maio do que fiz agora. Em outubro chego nos 500/mes para mostrar ao japones como eh que se corre. Mas soh isso, nada de maratonas, nada de corridas...

domingo, 27 de abril de 2008

Enquanto isso no Brasil...


Ontem foi o dia da Reebok 10K, corrida noturna que se nao me engano é realizada pela segunda vez, na USP. NO ano passado eu fui correndo até a largada e larguei com o pessoal, mas eu tava sem inscrição. Eu sai muito forte e faria umt empo realmente bom para os 10Km, mas não estava lá para fazer tempo bom, entao lá pelo Km 8 eu parei para esperar o Angel e fiquei por ali incentivando a galera. Encontrei alguns outros conhecidos.

A prova deste ano, segundo descrição do Angel e Carlos não parece ter sido muito diferente da do ano passado. Clima agradável e prova excelente para fazer bons tempos.

Eu encontrei apenas uma foto do Carlos, mas alem dele e Angel, esteve lá o Leo. O Paulo foi também, mas tava sem inscrição. Estiveram lá Paty e Thais acompanhando o evento!

Uma outra informação que vi no Forum Pestana foi que a prova foi ambientalmente correta, usando tudo reciclavel, produtos biodegradaveis e combustíveis menos poluentes. Interessante...

A foto aí é do Carlos, que eu encontrei no Webrun. Este site tem sido impressioanntemente atualizado, muito bom, parabéns ao dono, Harry, que participou da maratona de Santa Catarina final de semana passado!

Tivemos também o Hideaki correndo em Americana a corrida dos trabalhadores. Essa é uma corrida que participei sozinho, digo, não fui com ninguem, há uns 4 anos atrás. Na época eu fiquei na casa de minha avó e fomos a pé eu e meu tio até a largada. Não era perto... A corrida foi praticamente toda em estrada de terra. O detalhe inesquecível fo que a medalha era duas chapas de plástico coladas uma na outra e com um papel no meio que tinha um desenhinho da prova e tal. O negócio acabou molhando naquele mesmo dia e as duas chapas de plástico se descolaram... e eu joguei a medalha no lixo. Essa ficou sendo a segunda prova que eu não tenho medalha, a primeira sendo a Maratona de São Paulo 2000. Hoje já corri várias provas aqui no Canadá sem medalha...

Bom, sobre o Hideaki, ele ainda não contou em seu blog como foi a corrida. Espero que tenha sido ok e que ele tenha se divertido. Não tenho muitas dúvidas que foi uma prova diferente, mas arriscaria dizer que não em termos de organização, estou chutando que a organização, que teve problemas, agora deve estar bem melhor...

Lavando roupa

O esquema de lavar roupa aqui eh algo que eu ninca tinha visto, nao sei se existe igual no Brasil. No apartamento onde eu morava anteriormente era normal, cada ap tinha sua máquina de lavar roupa e voce se virava com ela. Aqui porem existe umas 6 ou 7 máquinas no subsolo, que todo mundo usa. Tem maquina de lavar e de secar roupa nesse esquema. E para usar voce tem que pagar 2,25 dolares. Entao existe um cartao que vc pode carregar, tipo com 20 dolares, e entao vc enfia ele na maquina de lavar roupa e ela deixa vc usar ela. E seu cartao, obviamente, sai de la com 17,75 dolares, se inicialmente ele tinha 20.

Achei engracado todo mundo usar a mesma maquina de lavar roupa. Sei la, sera que nao pode ter poroblema de doencas e tal? Essa foi minha primeira preocupacao, mas pelo jeito nao, ou nao eh comum, pois todo mundo usa. Outro ponto interessante eh que a maquina dessa forma fica muito menos ociosa.

Eu nao sei se dá para ter máquinas de lavar e secar roupa dentro de casa, mas acho que eh besteira pois fica-se com muito mais espaco nao tendo a máquina. A nao ser que haja algum real motivo para preocupacao com a higiene da máquina ou coisa do gênero...

Treino de domingo

Depois dos 19Km de ontem eu sabia que hoje eu nao estaria la aquelas coisas. Resolvi fazer o loop da trilha que termina no cemiterio porque eu tenho varias alternativas. Fazendo o loop e voltando direto pra casa deve dar uns 7Km, talvez nem isso. Mas se eu estivesse me sentindo bem poderia mudar o percurso em varios pontos. O primeiro ponto onde eu poderia mudar era pegando a trilha que vai para o lago e fazendo o percurso que fiz domingo passado. Mas passei direto, definitivamente nao queria correr 16Km, ainda mais que eu nao tinha a alternativa do metro que esta em greve.

Segui a trilha ateh o cemiterio, o tempo todo subida, embora nao ingreme. Eu estava mantendo um ritmo meio constante, nao importava se era subida ou descida, mas o ritmo era bem lento para o que eu estou acostumado a correr. Chegando no cemiterio a subida fica mais ingreme e eu cheguei lah cansado, motivo pelo qual virei a esquerda rumo ao meu ap. Mas logo o percurso plano me fez recuperar as forcas e eu decidi ir ateh a Eglinton pela Mount Pleasant e voltar pela Yonge para rodar um pouco mais.

Fiz isso e foi tranquilo. No final, pegando a Yonge, comeca uma decida entao eu acelerei. Os dois Km finais foram bem mais rapidos que os demais. Por causa disso ao inves de terminar bem, terminei meio zoado... Mas foi legal! Segue o mapa!

sábado, 26 de abril de 2008

Greve no Metrô

Hoje eu fui pegar o metrô para ir até um escritorio de contabilidade para fazer meu imposto de renda canadense. Pois é, tenho que fazer dois, nem tudo são flores... Bom, mas cheguei no metrô e tava tudo fechado. Fui na outra entrada, tudo fechado. Não tinha ouvido ninguem falar nada de greve no dia anterior, nada, o que será que tava acontecendo. Fiquei ali olhando se alguem entrava ou saia, outro sujeito tentou entrar e não conseguiu. Não tinha metrô mesmo. Na semana passada eles haviam falado de entrar em greve mas acabaram entrando num acordo, será que agora decidiram entrar de verdade? Pensei em caminhar até a Bloor, pegar lá a outra linha do metrô, podia ser que fosse só algum problema naquela linha. Mas desisti, eu definitivamente não tava afim de andar 2Km depois do meu treino de 19Km... Eu tava afim de dormir. Voltei pra casa, liguei pro sujeito da contabilidade, deixei um recado no cel dele dizendo que já era, eu não ia lá sem metrô.

Mas tão logo liguei a TV vi que era a greve mesmo. Eles pararam praticamente sem avisar, a televisão estava dando destaque para o fato de que muita gente tinha sido pego de surpresa na minhã de sábado. Sujeitos no centro eram entrevistados e perguntados sobre como voltariam para casa, alguns diziam que caminhando.

Eu sou bastante contra greves. Acho que a galera tem o direito de reivindicar melhores salarios, mas tipo, eu não tenho nada a ver com isso. Eu não concordo que os outros me prejudiquem para reivindicar os salários deles, pois eu não prejudico ninguem quando quero aumento no meu salário. Fiquei um pouco surpreso quando ouvi a um tempo atras que aqui havia sim greve, acho que eu esperava que não tivesse, que isso fosse mais uma coisa do Brasil desorganizado e irresponsavel. Mas a greve tá aí do mesmo jeito que em SP, nenhum lugar é perfeito né...

longo

Ontem eu corri novamente com o Trevor, mas ele tava meio cansado e o treino foi curto, acho que em torno de 5Km. No final das contas achei bom porque dessa forma eu não me cansei e pude fazer um treino mais longo hoje. No total foram 19Km em 1h37m, o que resulta num ritmo pouco acima dos 5min/km. Achei que foi otimo porque eu não estava me sentido bem, digo, descansado, alliás dia nenhum estou descansado depois que comecei os treinos mais frequentes no dia 4 de abril.

Hoje resolvi ir até o Sunny Brook Park, um parque bastante conhecido, mas que eu já tinha ido em minha primeira corrida aqui em Toronto. A Mad Dog Scramble, uma corrida em trilhas tambem foi num parque por aqueles lados. Agora eu tinha um plano feito e inclusive tinha medido rapidamente a distancia de um loop que passava por este parque, sabia que meu loop tinha mais de 15 Km. O que era bom. A parte não muito boa é que se eu me perdesse ou se me cansasse seria complicado voltar para casa com transporte público, eu estava longe de qualquer metrô.

Quando saí de casa era quase 8 horas, o sol já ia alto. As veze eu fico meio pensando que saindo para correr muito cedo eu simplesmente desperdiço as melhores horas do dia e acabo pegando a temperatura ainda bem baixa, tipo 11 graus. Por isso hoje, embora eu tenha acordado as 5h30, eu acabei ficando na internet e tal até mais tarde, pensando em pegar um pouco de sol no treino. E deu certo, eu peguei bastante sol, mas a temperatura no começo ainda estava por volta de 12 graus, motivo pelo qual eu sai novamente de short e com a blusa preta do centro historico. Depois notei que nem da blusa eu precisava...

De casa até o parque, indo pelo caminha que fui, dá pouco mais de 5Km. Passado isso é tudo festa pois todo o percurso, até quase em casa novamente, é por trilhas com muita natureza. As trilhas de toronto são um diferencial muito grande da cidade em relação a São Paulo. Onde quer que você more haverá trilhas, pavimentadas ou não, para correr, onde carros não entram, e são tudo parques com muita natureza. Algumas vezes não são parques grandes, mas apenas uma faixa de natureza no meio da cidade que se estende por Kms e onde é muito bom correr. Apesar disso as ruas são extremamente amigáveis aos corredores, digo as calçadas, pois não existem obstáculos a não ser as outras pessoas.

Bom, cheguei no parque e ali devia fazer minha decisão, se seguiria pela trilha rumo ao sul, ou se voltaria para casa. Voltar para casa simplesmente não seria um treino ruim, daria pelo menos 10Km, e era a alternativa caso eu me sentisse cansado. Mas já no parque eu resolvi continuar, e então eu teria que seguir o meu plano e o loop teria mais de 15 Km, e eu teria que tomar cuidado para não me perder, tipo pegando trilhas erradas pois isso só aumentaria, e talvez muito o percurso. As vezes vc se perde, e se vc não conhece o local você só vai se tocar que tá no caminho errado alguns Kms mais para frente...

Mas foi tranquilo, eu tinha estudado bem o percurso e estava gostoso correr no parque, então levei numa boa. Por volta do Km 10 ou ainda um pouco depois eu cheguei na trilha que eu corria antes do inverno, que seguia o rio de Scarborough para o centro. Agora eu estava em casa e conhecia tudo pela frente. Cruzei a Bayview e peguei a trilha que vai para o cemitério, mas no sentido oposto, e foi onde encontrei algumas subidas, uma delas bem íngreme no final da trilha, a 1Km de casa.

Terminei o treino bem, um pouco cansado porque sempre acabo aumentando um pouco o ritmo no final, mas valeu a pena, 19 Km eh muito bom... Segue o mapa...

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Me perdendo....

Ontem foi o dia do treino como Trevor. Foi um treino legal, mas acabou nao sendo longo pois quando fomos entrar no cemiterio ele estava fechado. E foi tranquilo, com parada para alongar e tal. NO total estou considernado que deu 7 km, em algo como uns 50 minutos...

Hoje eu tinha decidido sair e tentar chegar no Sunny broken park, o parque onde acho que corri a minha primiera corrida aqui. Naquele tempo ele ficava longe de casa mas agora nem tanto, Minha ideia era ir lah e voltar. Sai bem cedo, antes das 6, temperatura nos 13 graus, estava gostoso correr. Mas logo percebi que eu estava com as pernas cansadas, nao ia ser moleza ir ateh o parque e voltar, pois deveria dar mais de 10Km. Mas fui. O dia nao estava claro ainda quando comecou uma chuvinha leve, achei bastante gostoso embora fiquei um pouco preocupado pois se eu me molhasse muito poderia passar frio. Mas foi tranquilo. La pelas tantas eu me perdi, pensei que estava num lugar quando ainda nao tinha chegado lah, e entao acabei pegando o caminho errado e entrei num beco sem saida. Vi que seria complicado querer procurar o parque, melhor dar umas voltas por ali e voltar pelo mesmo caminho.

Mas entao eu mudei os planos e decidi voltar por outro caminho. So depois, quando vi o nome da rua em que estava eh que me toquei do erro que fiz. Ok, vamos em frente. E fui, mas substimei bastante a distancia do percurso e acabai correndo mais do que eu queria. No total foram cerca de 13.5Km em 1h10m. Nos 3 ou 4 km finais eu ja estava sentindo bastante, estava casado. Acabou que nao foi facil terminar correndo o tempo todo, eu ja queria andar bem antes de chegar em casa. Mas foi legal... Segue o percurso abaixo:

domingo, 20 de abril de 2008

Primavera

E tudo está realmente tão diferente... Acho que eu já esotu com saudades da neve. Bom, não saudades, mas já dá para dizer que o próximo inverno ainda vai ser muito legal, colocando de lado as dificuldades para treinar e para sair de casa, a paisagem diferente no dia seguinte a uma tempestade de neve é algo que talvez eu não canse de ver...

Mas agora tá quente. Eu tenho saido para correr de blusa, acho que depois de tanto tempo tão frio agora a gente fica meio com medo de tirar tudo. Mas a verdade é que dá para andar na rua sem blusa, não está aquele calor de rachar, mas dá para andar sem blusa, e claro, para correr já dá para usar as roupas que eu trouxe do Brasil! Isso é ótimo.

Uma coisa que chama a atenção é a quantidade de corredores nas ruas, eu vi muitos hoje de manhã. E aqui tem muitas mulheres, eu arriscaria dizer que tem mais do que homens. O que não acontece no Brasil. Acho que com a esquentada que deu a galera sai toda pra rua, é aquela correria para aproveitar o calor, para perder os Kg ganhados no inverno. Enfim, impressionante, vc não anda 100m sem ver um corredor!

Está legal também para andar de bicicleta, Toronto tem uma infinidade de trilhas alem de que a cidade é muito amigável para os ciclistas, várias ruas tem uma faixa para cicliestas e me parece que os motoristas respeitam muito eles. Eu queria somente dar um tempo, queria ter certeza que vou conseguir ficar aqui pelo menos mais um ano e que dá para guardar a bike em algum lugar na garagem desse prédio.

Enfim, primavera, tudo mudou!

Fotos da meia da Corpore

E seguem algumas fotos que achei d ameia da Corpore. Dizem que foi uma prova quente, mas apenasr disso a galera tirou de letra.

O Angel na primeira foto tá muito engraçado, parece que ele tá no sprint.

Depois seguem Carlos, Hideaki e Leo.

Sei que outros colegas participaram, como o Luis Augusto e Renato mas não achei as fotos. O Augusto acho que não estava inscrito, então sem chance...

Este final de semana é feriado no Brasil, na verdade amanhã, segunda, é feriado. Com isso acho que tem pouca prova hoje, domingo. Acho que tem a maratona de Santa Catarina, em Floripa, onde consegui o meu segundo melhor tempo.

Amanhã tem a corrida de Tiradentes, em Itupeva. E isso, sei que o Hideaki deve correr amanhã, boa prova a ele! Não lembro se os Ones estarão lá, parece que não...



Trilhas, ruas...

Hoje saí um pouco mais tarde, peguei a mesma trilha de ontem até a Bayview mas então atravessei ela, corri paralelo a linha do trem até poder atravessar o rio e pegar a trilha do outro lado rumo ao sul, até o lago. A trilha é bastante legal, o tempo todo ao lado do rio. Me fez lembrar os rios de SP, mas aqui ele não é poluido daquele jeito. Mas é como se tivesse uma faixa de vegetação ao longo do rio Pinheiros com uma trilha para bicicleta e corredores, acompanhando o rio.

Encontrei vários outros corredores e ciclistas. Cheguei no lago e fui para Oeste, minha intenção era chegar na Yonge e pegar um busão já que o metrô ainda demoraria uma hora para comecar a rodar. Mas estando na Yonge resolvi ir subindo, e ela é realmente uma subida contínua não íngreme, bem leve. E eu continuei até chegar perto da ponte onde o trem passa em cima e do lado tem a loja Running Room, e parei e resolvi terminar cmainhando pois o Km restante tinha uma subidinha chata e eu já achava que tinha corrido mais que devia. Até ali rodei 16Km em 1h25. HOje eu comecei o treino lento, temperatura de 12 graus, estava de shorts e a blusa do centro historico eo bone, não tinha mais nada, nem luvas. Depois pensei qu epoderia ter ido de camiseta regata, nem precisava blusa. Aumentei um pouco o rimto lá pelo Km7 e bastante pelo 13, mas tava na cidade, semáforo e a Yonge meio subida, então nem estava tão rápido. Foi legal... Eu ainda esotu vendo meio sem acreditar que temos sol, calor, nada de neve, ach oque já estou com saudades da neve...rsrs... Segue o mapa do treino de hoje...

sábado, 19 de abril de 2008

Treino

Hoje, sábado, costuma ser o dia do longo. E quando saí de casa as 6 da manhã, com uma temperatura de 11 graus, era isso que eu pretendia fazer. Pegaria a trilha que desce até a Bayview, e lá pegaria outra trilha até o lago, seguiria a Oeste na margem do lago e entraria na Spadina até a Saint Clair e de volta para Leste até em casa. Foi a idéia que tive, nem sei quantos Km dá o percurso, mas seguramente próximo dos 20Km.

Quando entrei a 500m de casa eu seguia pensando se valia a pena fazer esse percurso, se o longo seria a coisa certa. Decidi não ir para o lago e fazer o percurso mais ou menos igual o de quinta feira, até a Bayview e devolta para o Mount Pleasant Cemetery e lá, estando bem, eu seguiria pela Belt Line, trilha que segue para Noroeste e me levaria para longe de casa em um outro loop que completaria próximo dos 20Km. No Km 3 eu já tinha desistido de ir para o lago de vez e no Km 4, quando voltava para o Mount Pleasant, enfrentando uma subida não íngreme mas longa, eu já tinha praticamente decidido nem mesmo seguir pela Belt Line. Entratia no cemitério, cruzaria ele, voltaria para casa. Pernas estavam cansada, não era dia de fazer longo. Aliás desde o longo de 23Km no sábado passado que eu estou me sentindo cansado, vejo que não devia tê-lo feito.

Quando cheguei no cemitério ele estava fechado. Eu resolvi dar a volta nele pelo lado mais longo, peguei a rua a Leste então, me afastando de casa, mas a ideia era dar a volta no cemitério por fora. Depois que terminei a face Leste dele, voltando para Oeste, eu comecei a forçar o ritmo. Depois que passei a Mount Pleasant Road, quase no Km 8, eu acelerei ainda mais, devia estar rodando sub 4m30/km, ritmo que segurei até o final, aqui no ap, km 9,7. Foram 48 minutos. Foi gostoso aumentar a velocidade no final, mas mesmo assim o tempo não foi aquelas coisas porque eu tava bem lento do Km 3 ou 6, quase só subida, embora não íngreme. Digo, se eu estivesse com bom treino não precisaria diminuir muito, mas do jeito que estou senti a subidinha.

Ach oque foi bom ter parado no Km 10 ao inves de ter completado o longo, pois realmente não estou com tanta perna assim. Melhor ir devagar. Se eu acordo de manhã e sinto as pernas cansadas então não é legal sair para correr, e esta semana foi assim. Eu preciso voltar a sair para correr descansado, senão não tem sentido. Nos últimos 7 dias eu fiz 38Km, a média caiu bastante pois cheguei a fazer mais de 60. Mas vamos ver, sem longo neste final de semana acho que haverão menos dias sem treinos na semana que vem... Segue o mapa...

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Influencia da Lingua

Uma amiga gaucha, de Rio Grande, que tem um blog bem legal, e que tambem eh corredora, deixou um comentario dizendo que os meus textos estao sofrendo influencia da lingua. Antes de mais nada agradeco a visita. Sera que os textos tem influencia da lingua inglesa, alem da falta de acentos, cedilhas e tal? Num primeiro momento eu nao concordei, mas nao sei. Eu tenho evitado colocar aqui qualquer coisa em ingles porque sei lah, a minha lingua nao eh ingles, embora eu tenha que usa-la, eu gosto mesmo eh da lingua portuguesa... Mas o fato eh que tirando a ligacao semanal que faco para o Brasil e alguns rapidos contatos com as amigas brasileiras que tenho no trabalho, eu nao falo portugue em momento algum, eh soh o meu ingles sofrivel. E eu tenho notado que ultimamente eu as vezes confundo o idioma na hora de falar, tipo, flando uma palavra em portugues no meio da conversa em ingles. E outra coisa eh que nos pensamentos relacionados ao trabalho e ao dia a dia aqui, eu acabo pensando em ingles. Eh muito mais facil pensar em ingles do que falar! Entao sei lah, pode ser que os textos acabem tendo alguma influencia...

Boa sorte a nova amiga na rustica que acontece junto com a mara de POA. Corrida que a Dani vai correr tambem. E se possivel termina os 10K, vai lah no Km 30 da maratona, e passa a perna no Issao....

Eu nunca estive em Rio Grande, mas a cidade eh famosa para os corredores pela sua ultra de 50 Km. E RS sempre me lembra o revezamento do Vinho, em Bento Goncalves, momentos muito bons, e muito vinho nos postos de hidratacao!

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Tudo diferente

Eu fiquei uns dias sem colocar nada aqui, foram uns dias de correria para mim, sempre que chegava em casa tinha pedidos de analises da galera da Unifesp em SP, eu sempre fui dormir tarde fazendo essas coisas. Nao bastasse o esquena no trabalho ainda tá complicado, eu tenho saido um pouco depois da hora, mas ainda não está como no Brasil...rs. Mas hoje terminei todos os meus deveres para com o pessoal de SP e consegui sair do trabalho na hora.

O que mudou bastante foi o clima, hoje foi um dia muito gostoso. Eu fui para o trabalho sem blusa, de metrô, e voltei sem blusa, a pé. Agora a temperatura está acima dos 15 graus. É muito bom poder andar na rua sem blusa, eu estive pensando e fazem meses que a gente não podia sair na rua sem blusa. É uma grande mudança. E o tempo promete continuar quente pelos próximos dias pelo menos.

O treino de sábado, longo, me deixou meio quebrado, então na segunda eu acabei dando um tempo, eu me sentia cansado. Na terça feira eu corri 11.7Km e na quarta descansei novamente. Não dá para querer passar de 1 vez por semana para 6 vezes por semana, se eu insistir sei que vou ter alguma lesao ou coisa do genero. Então decidi descansar mais, ainda haverão muitos dias quentes para correr. Nao corri na segunda nem ontem. Hoje voltei a correr com o Trevor, ele sugeriu uma trilha nova que realmente foi sensacional, muito gostoso. O treino foi bem tranquilo, fizemos uns 11 Km em 1h20 minutos, parando varias vezes e caminhando um pouco, ele sentiu um opuco as subidas e a gente as vezes caminhava para conversar. Segue abaixo o percurso...

domingo, 13 de abril de 2008

Enquanto isso no Brasil

Hoje tivemos a meia maratona Corpore em São Paulo. Essa prova costumava coincider com a volta a Ilha de Floripa e por isso e perdi várias edições. A última que me lembro de ter participado foi uma que o Sadao apareceu por lá, mas acho que não correu. Me parece que o Issao correu naquela e levou um chapéu, como de costume. Na de hoje eu sei que alguns amigos correram. Falei com o Hideaki e o japones corredor mandou a meia maratona logo depois da maratona do Chile. Ele fez sub 2h na verdade tempo líquido de 1h55m39s. Muito bom, acho que ele nem ficou muito longe do recorde pessoal dele. O Hideaki disse que alguns colegas estavam presentes como Rei, Drika, Jack, Riso, Fabão. Parabéns a toda galera. Além do Hideaki, correu também pela NT o Carlão, que completou em 1h47m18s. A meia deve ter sido parte do plano dele para bater o Issao em POA. Ah, claro, e nao vamos esquecer da Ieda, grande figura, que esteve também na prova com 2h01m47s. Parabéns a toda galera!

Também estiveram na meia da Corpore o Leo (1h44m18s) o Angel (2h19m31s) representando os Ones. A grande dupla tem corrido todas, ambos vem de provas na semana passada, o Angel na Wetnwild e o Leo na Trilheira. Infelizmente ainda está muito cedo e não há fotos na internet...Parabéns garotos!

Ainda tivemos o Paulo na Volta aIlha, isto é, esperamos que ele não tenha furado denovo, já que para não perder a fama ele resolveu furar na ultra da semana passada...rsrs. Mas infim, este seria um super desafio para ele, espero que tenha dado tudo certo. Já vi que eles não foram os campeões das duplas, mas isso é a única coisa que sei...

Descansando


Hoje o treino foi leve. Eu não podia exagerar né, depois dos 23 Km de ontem. Mas eu estava afim de dar uma volta lá fora, então resolvi que iria fazer um percurso curto, para conhecer duas pistas de atletismo que tem aqui perto. A primeira fica a cerca de 1Km de casa, bem perto, e eu já tinha passado perto dela sem no entanto prestar atenção. Hoje, quando cheguei lá, tive uma surpresa, é uma pista de borracha! Muito gostoso para correr. Ela parece não tão conservada quanto aquela que eu ia quando morava em Scarbrough, mas mesmo assim é muito boa. Ela tem somente 4 raias. Me pareceu no entanto que se você corre na raia 1, ela tem 400 metros e as medidas oficiais. Não sei. No meio tem um campo de futebol americano e dá para transformar ele num campo de futebol brasileiro também, tem as traves e tudo. As marcações no campo e na pista estão muito novas. Esta fotografia do satélite deve ter sido tirada a um tempo atrás, porque se fosse agora eu tenho certeza que daria para ver as marcações.

Bom, o treino de hoje foi ida e volta até essa pista e mais 10 voltas nela. Eu senti que eu estava realmente meio cansado e nem fui olhar a outra pista, que também é perto daqui, apenas voltei para casa depois das 10 voltas. Foram pouco mais de 30 minutos de treino, com temperatura em torno de 2 graus, mas eu nem senti o frio, estava muito sol e somente quando corria contra o vento é que lembrava do frio...

sábado, 12 de abril de 2008

Longo parte 2

O HTML do mapmyrun sumiu com meu post e nao deixa eu editar o post abaixo. Com isso perdi todo o final do texto. Só não vou exoluir ele para não perder o mapa. Bom, enfim, eu já tinha escrito o treino todo ocm detalhes, vou me limitar a dizer que eu segui para o sul pela trilha até ela acabar. Um pedaço dela teria que ser por ruas da cidade, mas eu não sabia direito o caminho, me perdi e acabei completando o caminho até o lago por uma rua e não pela trilha.Isso depois de ficar um bom tempo perdido e pedir informação para tres pessoas. por causa disso tambem eu não sei a distancia correta que corri. Mas acho que a aproximação está ok. Eu parei no High Park, com 23 Km, 2h11m e cansado e molhado. Logo tive que voltar a correr novamente porque estava bem frio (4 graus) e eu estava completamente molhado. Corri entao mais um pouco até quase o metrô.

O treino teve neblina o tempo todo, isso fez com que eu me perdesse mais facilmente, pois naõ dava para ver o sol, apenas pouca distancia a sua frente. Mas também por causa da neblina o treino foi legal, diferente...

Longo

Sábado é dia de longo então foi o que tentei fazer. Eu costumo planejar o percurso no dia anterior, mas dessa vez eu o fiz rapidamente, antes de sair de casa. Nunca é um plano que eu sigo a risca, mas tipo, uma idéia, depois no treino muitas coisas acontecem e várias vezes os planos mudam. Esse mudou só um pouco.

Eu segui a Oeste pela Saint Clair, a rua onde moro. Daqui até o final dela tem uns 8Km, mas eu não sei se eventualmente ela começa denovo em algum lugar, isso acontece com as ruas daqui. Bom, mas enfim, eu segui num ritmo tranquilo pela Saint Clair, percenbendo que os treinos todos da semana estavam fazendo efeito, eu não me sentia 100% e por isso nem tentei ser rápido, devia estar acima dos 5min/km. Chegando lá no final viro a esquerda, pego a Dundas que é paralela e continuo para Oeste. O meu plano seria sair da Dundas na primeira a direita, ali deveria dar numa trilha que seguiria o rio Humber para o sul até o lago. Mas eu olhei, a primeira a direita era um baita morro, eu resolvi ir para o plano B. Segui pela Dundas, cruzei a ponte sobre o tal rio, que é grande tipo o Tiete (eu estava acostumado a correr na beira de riozinhos por aqui) e entrei na primeira a esquerda depois da ponte. Havia trilha dos dois lados e essa que eu estava era uma rua mesmo, mas sem acesso. Corri e corri pela rua e não via ninguem, acabei achando que fiz a melhor escolha pois o dia nem estava claro ainda, eu meio no meio do mato, a trilha do outro lado era estreita, muito mais mato.















quinta-feira, 10 de abril de 2008

Mais 10 Km

Hoje eu fui correr com o Trevor novamente de manha. Eata um pouco mais frio, com sensacao termica abaixo de zero eu acho. Ele escolheu o caminho e fizemos um bom loop, correndo quase por trilhas, Deu para sentir mais o final do inverno e a volta da vida. Muitos passaros... Deu cerca de 10Km, como mostra o mapa. Eu nao marquei o tempo desss a vez...


quarta-feira, 9 de abril de 2008

Treino Hoje

Hoje novamente consegui treinar de manha. Foi o dia mais quente deste ano, diziam que estava 9 graus de manha e chegou a 19 a tarde. Mas a proxima semana vai ser mais fria segundo a meteorologia, com sensacao termica abaixo de zero.

Bom, o treino de hoje foi legal. Eu sai de casa, peguei a Yonge sentido Norte e fui embora. A intenção era rodar meia hora rumo ao norte e voltar. Indo para o norte a gente corta as grandes avenidas que vao no sentido Leste-Oeste. Elas distam uns 2Km uma da outra, e são avenidas principais, grandes, facilmente distinguivel das outras. Nelas concentram-se os comercios. Essas avenidas acabaram sendo minha referencia. Eu sabia que a primeira era a Eglinton e a segunda era a Lawrence. Nao pretendia passar dela, mas tudo ia depender do tempo. Chegeui lah com 22 mais ou menos, entao ainda tinha 8 minutos para rodar ateh dar 30 minutos. Segui. Nao estava certo de qual era a outra avenida. Quando eu estava com 30 minutos eu jah tinha rodado bastante e sabia que a proxima estava perto, e segui. Cheguei nela com 34 minutos, 6,5Km mais ou menos. Ritmo de 5m14. Eu nao estava bem, estava me sentindo meio cansado. Acho que vai um tempo ateh eu voltar a uma boa forma. Mas na volta fiz melhor, rodei bem mais forte. Fiz a volta em 31 minutos, mais ou menos 4m45s/km. A volta é mais descida também. E eu estava com medo de o dia ficar claro, pois eu não tinha levado os óculos escuros. Acho que por isso tentei sentar o pé. O percurso não é plano, tem subidas, descidas, mas nenhuma tão forte a não ser uma descida grande no Km 6 que virou subida logo depois quando dei meia volta. Foi lega, amanhão treino vai ser light... Segue o mapa.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Treino Hoje

Hoje o treino foi light. Eu havia combinado as 6h da matina com o colega de trabalho que jah havia feito ironmen. Mas hoje em dia ele jah nao tah na antiga forma. Saimos devagar, conversando. Eu comecei a fazer algumas perguntas sobre o ironmen do tipo, acordar e correr a essa hora deve ser tarde para quem treina para ifonmen. Ele disse que nao, que quando treinava era estudante ainda, tinha muito tempo, pouco compromisso, nao trabalhava. Hoje a situacao eh outra, trabalho, filho. Perguntei se nao pretende participar mais de provas, tipo nem que seja uma corridinha de rua de 10Km. Disse que nao, que tipo, correr regularmente eh o suficiente, nao ha necessidade de participar de corridas. Eu disse a ele que eu entendia... Me mostrou um parque, com uma pista de cascalho, tipo a de cooper do ibira. Demos uma volta, uns 500m, lugar legal. Apontou lá para o vale e disse que aquela sim era uma trilha legal, mas que ainda deveria ter neve, talvez a semana que vem poderiamos ir correr nela. Saimos da trilha, voltamos para a rua. Eu disse a ele que no Brasil as corridas sao diferentes, um negocio lucrativo, neguinho ficando rico e tal. Mas o papo nao continuou muito pois ele nao parece conhecer muito nem as corridas canadenses. Outros corredores passam pela gente, chegamos numa subida, ele para de conversar. Fica ofegante. Diminui o ritmo. Diz que se eu quiser, posso ir na frente. Eu estou bem tranquilo no meu ritmo e respondo que estou tranquilo. A subida acaba, passsamos na frente da escola da filha dele, cruzamos a Saint Clair, e estamos em frente ao predio dele. Me agradece pela companhia e diz que na quinta ele pode correr denovo, se o ritmo nao for muito lento para mim. Entao tah, combinamos para quinta de manha... Total 42 minutos, eu vou colocar 6Km, impossivel nao ter dado nem isso...Ach oque consegui resgatar o percurso...

segunda-feira, 7 de abril de 2008

South Park

Todo dia enquanto estou jantando costumo assistir um episódio de South Park. Mas acho que tem sido muito. Toda vez que um canadense fala "Oh my God!" (e eles falam muito!) eu já penso "They killed Kenny!"

Falta de tempo

Ultimamente eu tenho tido muito pouco tempo. Fora o trabalho dobrado depois que minha colega foi para Londres e a contratação de um substituto inexperiente, eu tinha que estudar para o curso de marketing e agora tenho pelo menos outros 4 trabalhos com o pessoal da Unifesp no Brasil e mais um com um doutorando no Rio de Janeiro. Todos os 5 eram para ser apenas passatempo e diversão, mas a coisa começou apertar porque eles tão pegando no meu pé...

Bom, com isso tudo também tenho escrito menos aqui, e assuntos como estatística não tem aparecido, pois não tenho tido tempo de ler o material que tenho acumulado e que gostaria de comentar por aqui. Enfim, preciso eliminar o máximo das coisas e voltar a rotina normal...

Esquentando!

Hoje a temperatura chegou a 12 graus a tarde! Na rua vi um corredor de camiseta e short. Muito sol. Eu caminhei para a Universidade Ryerson, onde fiz meu exame final, e parece que tem mais gente nas ruas. Pessoas de short, muita gente com blusa fina. Na saida do exame eu tinha guardado minha blusa que era fina na bolsa do trabalho e acabei voltando sem ela. É até estranho lembrar que no Brasil 12 graus era bem frio, pois agora a sensação que dá depois de tanto tempo abaixo de zero é que 12 graus é ótimo!

Um colega de trabalho voltou a ir de bike, ele chega de short todo dia. Troca de roupa e vai trabalhar. Hoje eu ia saindo para o meu exame final e ele ia saindo para ir para casa. E começamos a conversar, ele tá animadão. Marcamos um treino para amanhã as 6h, ele mora aqui do lado. A previsão é para 4 graus de manhã, mas é tudo alegria, 4 graus tá limpo, eu tenho ido correr de short numa boa. O sujeito já foi bom, já fez dois iromen. Agora por causa da familia ele tenta praticar exercicio o suficiente para não ficar parado, mas nada de competições.

Enfim, primavera....

Exame final

Hoje foi o exame final do curso de marketing. Eu fui mais ou menos, achei mais difícil que o primeiro, mas no primeiro eu fui muito bem, neste só se eu tiver sorte consigo chegar perto daquele desempenho. Mas tudo bem.... Eu não precisava muito para passar e até que estudei bastante considerando que é um assunto que não gosto. Talvez porque se eu não passasse a empresa não ia pagar o curso que custou mais de 1000 pilas.

Apesar de não colocar aqui, eu estudei o tema da aula seguinte. Vou ver se mais para frente consigo colocar aqui. Mas não foi muito suficiente, eu fui meio negligente nesta segunda metade do curso, acho que isso sempre acontece quanto voce vai bem na primeira metade...

domingo, 6 de abril de 2008

Enquanto isso no Brasil

Hoje acontecem vários eventos com participação da galera. Eu não sei por qual começar, então vou começar pelo Hideaki que foi mais longe. Ele a esta hora deve ter terminado a Maratona de Santiago. O site que achei sobre a prova é meio zoado e confuso, não consegui achar nada de resultados. Então vamos esperar o japones voltar para contar para gente como foi.

O Leo participou da Trilheira, da qual também não tenho o resultado. O cara escolheu bem, a prova é para ser muito legal, com muito mato, trilhas e desafios. Eu acho que corri duas vezes esta prova, uma na época dos 35 km (ou 36?) e outra vez com vinte e não sei quantos Kms. Acho que sofri mais na segunda, despreparado... Lembro que o Paulo participou também, e o Angel.

Uma equipe NT está em Cubatao terminando o revezamento de 100Km. Estão lá Carlos e Paty, e mais 3 atletas que não conheço. Esse revezamento deve entrar para a história como o que mais deu problema para ser organizado, devido as desistências. O Paulo por exemplo desistiu ontem, véspera da prova, pois o chefe dele resolveu fazer ele pagar pelos dias que ele tem chegado atrasado no trampo, agora ele trabalha nos fins de semanas também. Bom, o revezamento deve ter terminado. Hoje de manhã conversei com o Carlos e ele estava na expectativa, mas na casa dele no bem bom enquanto os outros corriam. A Paty fez a perna dela em 1h45m, muito bom, a garota continua correndo muito...

O Angel participou da Wetn Wild, uma corrida de 10Km que me parece ter bastante morros. Mas eu nunca corri essa. Ele fechou em 1h02m36s. Isso aí Angel, Parabéns! Angel e Leo estão com o calendário recheado....

E temos o Luis Augusto que participou hoje de manhã do circuito das estações, etapa Outono. Ele fechou em 55m46s, média de 5m35/km. Foi um pouco mais rápido na segunda metade do que na primeira, mas o ritmo pode ser considerado bastante constante. Êêêhhh Luisão, vamos voltar a casa dos 45... A foto no Webrun não tá parecendo ele mas...

E por último, e também menos importante, temos o Issao. O japonês corre de leg, cinto com garrafinhas coloridas e ipod. Agora ele disse que está sendo polido. Sei não, melhor a Dani tomar cuidado... Bom, hoje ele rodou o seu maior longo pra POA, 35Km. Caracas, eu nem quero ouvir falar de nada acima de 15Km... Mas enfim, o que podemos fazer. Vamos esperar que caia neve em POA. Ele está também escolhendo a nonagésima nona corrida tal que a centésima seja POA. Frescura né. Eu nem sei direito qual foi a minha centésima, acho que foi o revezamento de São Chico.

É isso, muita coisa acontecendo hoje, por aqui somente o meu treininho meia boca. Hoje teve a primeira corrida do circuito Ontario Ultra Series, que é um circuito tipo o de montanhas, mas com corridas bem mais longas. Várias são as distâncias possíveis. A corrida de hoje não valia ponto, eles chamaram corrida de "warm up", e tinha distâncias corríveis, como 20Km. Eu estava pensando em participar, mas desencanei, tem sido meio zoado para me locomover para os locais de corridas. E por enquanto não tenho nenhuma corrida no calendário, vamos ver se eu pelo menos treino....

Treino hoje

Hoje foram mais 11 Km, e como eu não encontrei nenhum corredor pelo caminho eu consegui fazer mais ou menos o percurso que eu tinha pensado em fazer ontem. Forma 11 Km em cerca de 1h, eu realmente fiz o percurso quase todo lento porque estava sentindo o treino de ontem. amanhã preciso descansar ou correr algo como 5Km não sei... Temperatura inicial de 2 graus positivos e final de 6 positivos. Ela promete chegar a 11 ou 12 a tarde. Mesmo assim eu prefiro correr de manhã e pegar menos movimento nas ruas, se bem que eu tive que parar em trocentos semáforos. EU preciso ver se arrumo um percurso com menos semáforos. Segue o mapa do percurso...

sábado, 5 de abril de 2008

Treino no centro

Hoje foi o primeiro treino depois da Around the Bay e o primeiro no novo apartamento. Eu acordei n'ao muito cedo, era umas 6h45, e entrei na internet para ver a temperatura e escolher uma rota. Estava 1 grau positivo, e eu decidi que iria de short, com uma blusa apenas, nem colocquei nada por baixo da blusa. E escolhi a rota, um looping de aproximadamente 10Km.

Saí num ritmo tranquilo e segui pela Saint Clair rumo Oeste, virando a direita na primeira rua, e a esquerda na próxima, a Heath Street. Uma ruazinha calma, sem movimento, cheia de casas, gostosa para correr. É, eu não estou tão no centro assim, aqui já é meio que o final do centro. Lá na frente, quase chegando na Bathurst, eu vi uma pista do lado esquerdo. Ela tem somente 4 ou 5 raias, e foi para dizer a verdade foi por causa dela que eu resolvi fazer esse trajeto. Mas ela me pareceu fechada, pelo menos do lado que eu passei tinha um alaambrado, e eu não sei se é de borracha. Já notei que outras pistas existem nas redondezas, mas me parece que todas de cascalho ou carvão, ou sei lá o que.

Foi ali em frente a pista que um sujeito me alcançou. Alias aqui tem muito mais corredores nas ruas do que onde eu morava. Mas ele não passou, ao inves disso puxou papo. Ele é de Montreal e vem a Toronto de vez enquando, tentando vender sua casa. E corre toda manhã, em torno de 10Km. Disse que se passar disso começa doer a bacia, e que ele também tem problemas no joelho. Fez maratona em 3h29, mas faz tempo que não corre mais corridas de rua. Na Bathurst eu ia pro norte e ele pro sul, mas ele decidiu ir comigo para ter companhia e tal. Ok... melhor assim, estava sendo legal correr com alguem, eu tenho sempre corrido sozinho. Na Eglinton viramos a direita, já saindo dos meus planos. Eu havia contado pra ele como seria o meu percurso e ele disse que não poderia me acompanhar por todo o percurso porque a distancia seria muita para ele. Eu disse ok, então a gente faz o seu percurso (ele queria voltar a Saint Clair) e eu sigo rumo ao Sul depois da Saint Clair, talvez até a Bloor, pego a Yonge e volto pra casa. E fizemos isso, logo entramos a direita para passar por dentro de um bairro muito rico segundo ele, que ficava comentando sobre as casas, ele gostava de uma mais do que da outra.

E houve um momento que ele ficou meio perdido e resolveu pegar uma trilha que se não me engano segue o percurso do metrô. A trilha não era trilha, era gelo puro e escorregadio. E tivemos que ir muito devagar. Foi até engraçado pois estava escorregando muito. Saimos da trilha e logo estávamos na Heath Street de novo. De lá para a Bathurst, Saint Clair, ele segue a Oeste e eu pro Sul. Passo a estrada de ferro e devido ao farol fechado eu entro a esquerda na Dupont. Já estava sentindo que o treino estava longo demais e não fiz muita questão de ir até a Bloor. Devo ter rodado 1Km na Dupont e virei a esquerda novamente, rumo NOrte. A Dupont é uma rua larga, sem árvores, sem nada, e o sol que eu pegava de frente estava incomodando. Indo para o Norte eu logo encontrei uma subida interessante, o ritmo caiu muito e eu já sentia o treino, ahco que ainda cansado da Around the Bay. Saí na Avenue Road, mas eu não sabia ao certo onde eu estava, eu não conseguia ler nome de rua em lugar algum, mas eles estão lá, eu é que não via. Continuei norte até a Saint Clair, e chegando nela, parei logo depois, já estava muito perto de casa. Segundo o mapa abaixo deu 12.25Km, em 57 minutos. Eu acho que a distancia está maior do que devia e é possível porque eu tive que fazer a rota aproximada em alguns lugares, eu não sei realmente onde passamos. Considerarei então 11Km, que faz mais sentido com o tempo, pois enquanto eu corri com o sujeito a gente ia devagar, e teve alguns semáforos também...

Hoje vou inaugurar uma seção no Blog, o contador de Km. Eu quero ver quantos Km eu faço num mes, para ver se é possível bater o Issao e rodar 500 Km. Esse mes vou tentar correr com mais frequencia, mas sem pensar na distancia total, eu sei que querer correr 300Km que seja seria bem dificil e possivelmente me traria lesão, então a intensão é somente ver onde está minha marca agora, tentando é claro aumentar a frequencia em relação aos últimos meses que foram muito ruins... Vou ver se corro de manhã, antes do trabalho, ainda que eu chegue mais tarde do que de costume no trabalho. O desafio vai ser ser disciplinado e anotar sempre a distância percorrida. Vamos ver...

Segue abaixo o mapa do treino de hoje...

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Planos...

Os dias tem mudado bastante, já é evidente que o frio é bem menor embora ainda a temperatura tenha cehgado nos negativos de manhã. Hoje choveu, aquela chuva fina e eu indo a pé para o trabalho cheguei lá molhado. Chuva que lembrou a chuva de verão no Brasil, aqueles dias que o dia todo chovem fraco, sem parar. Mas a temperatura não foi de verão, devia estar em torno dos 3 graus. Uma semana sem pegar o metrô, experimentando uma caminhada de 2,5Km até o trabalho, ida e volta, 5Km por dia. Mas eu nunca fui fã de caminhar, acho que não vai dar certo, é mais longe do que eu gostaria. São 30 minutos. E muito perto para correr. E mesmo com temperaturas beirando os zero graus eu chego lá meio suado. Os 10 minutos iniciais estão meio frios, dos 10 aos 20 é mais agradável, depois do 20 estou com mão e nariz congelados mas suando por baixo da blusa. Imagina no verão...

Então estive pensando que provavelmente vou aderir ao metrô denovo. E ao invez de caminhar fazer uns planos apra correr de manhã. Eu não tenho aguentado ir para o trabalho e ver tantos corredores na rua. Posso chegar um pouco mais tarde no trampo, acordar um pouco mais cedo, e ir pra rua também correr de manhã. O dia clareando mais cedo e a temperatura mais alta, depois de um longo tempo sem treinar quase nada, incentivam muito. Todo mundo quer sair, aproveitar a luz do dia, o calor. e alguns parece que nem esperam o calor.

Então tenho traçado meus planos. Espero a partir da semana que vem acordar cedo e ao inves de colocar a roupa do trabalho, colocar a de corrida. E treinar, comecar treinando pouco, nem que for 5Km, mas continuamente, todos os dias. E seria mutio bom se eu acostumasse e virasse o próximo inverno rodando todos os dias. Porque este foi de detonar, ao mesmo tempo que eu vi tantas coisas novas num clima tão diferente, eu vi também meu condicionamento ir embora, levado pelo frio.

A temperatura promete chegar nos dois dígitos semana que vem, 15 graus na terça feira, isso já seria sensacional! Com 15 gruas a gente nem precisa de blusa nem de luvas, nem de nada para correr. E os dias esquentarão ainda mais, e todos esperam ansiosamente...

Fotos Around the Bay

Sairam as fotos da Atound the Bay. Eu saí em várias fotos mas em apenas dois pontos do percurso, um deles sendo a chegada. O outro eu não sei, foi certamente depois do Km 18, por eu estar sem luvas já. Eu não sabia onde colocar as luvas e não queria usá-las pois estava me sentindo bem sem elas. Então, depois de correr um tempo com elas eu acabei colocando dentro da manga da blusa. Foi engraçado porque nem ficou aparecendo, e também não ficou desconfortável. Não podia achar lugar melhor..rsrs


Na chegada eu já estava bem cansado, não da respiração que nesse ponto cheguei muito bem, mas de pernas. Já não restava muitas forças e eu apenas segurei o ritmo lento até chegar, nada de sprint. Por isso algumas pessoas me passaram na reta final.

Nas fotos dá para ver também como a galera tá usando roupa de frio, pois tava bem friozinho, em torno dos zero graus. Eu fazia parte de uma minoria que correu de shorts.




quinta-feira, 3 de abril de 2008

Morando no centro

Hoje entreguei as chaves do apartamento onde morei até semana passada, e estou de vez no novo. Não sei se gosto mais desse ou não. O outro era bastante longe do trabalho e eu sempre tinha que pegar um ônibus e um metrô para chegar no trabalho. Demorava entre 40 e 50 minutos. Mas era num lugar gostoso, longe do centro, ainda com bastante natureza, em uma região muito residencial, sem prédios e espaçosa.

Em contraste, esse apartamento é perto do trabalho, mas numa região com muito mais movimento, mais barulho, menos natureza. Acho que posso dizer que há uma vatagem de morar perto do trabalho e uma desvantagem de morar no centro, que eu não gosto tanto. Mas em geral é oq ue as pessoas preferem aqui. Ao contrário de São paulo, o centro da cidade é bonito e bem organizado, não é perigoso, e tem muito acesso a transporte. Mas tem muita gente, é movimentado, coisa que eu já não gosto tanto. Outro aspecto bom é que no inverno aqui no centro a locomoção é muito mais fácil. A neve é limpada muito rapidamente. Enquanto que lá no ap antigo a gente ficava quase que ilhado quando caia muita neve, tipo, demorava até as calcadas serem limpas e andar na rua então era complicado.

Este apartamento, como aquele, é mobiliado. Eu acabo pagando um pouco mais caro por isso, mas tenho muito mais conforto e evito gastos com eletrodomesticos, moveis e tal. Tanto lá como aqui o acordo foi temporario, entao eu terei que sair daqui a 12 meses. Como eu não rpecisocomprar nada, mudar não tem sido problema, eu não tenho quase nada mesmo. Mas ainda acho muito engracado esse tipo de coisa que é alugar apartamento mobiliado. No outro a garota arrumou as coisas delas e guardou tudo direitinho, mas ainda assim muitas coisas pessoais dela estavam pela casa, como coleção de canetas, diplomas na parede, livros, objetos, malas, algumas roupas de frio... Neste foi muito pior pois parece que a garota deixou tudo e nem fez muita questão de arrumar as coisas dela. Muitas roupas nos armários, muita comida na geladeira, nos armários, muitos cds e dvds, e tudo mais que era dela parece que ficou por aqui. Eu não sei se no Brasil existe esse tipo de coisa, eu ainda acho bem engraçado...

Marketing Aula 11

Continuando com a aula 11, agora no capítulo 14 do livro, vamos falar de canais. A Apple, que nos últimos anos abriu muitas lojas em países como o Canadá, é o case que começa o capítulo. As lojas próprias são um dos canais escolhidos pela empresa para focar suas vendas. A importancia dos canais para o marketing está no simples fato de que são através dos canais que os seus produtos vão chegar ao consumidor.

E quando falamos de canais uma das coisas mais importantes são os intermediários. Eles podem ser de vários tipos, mas sempre estão no caminho que leva o produto da industria que o produzio até o usuário final. Intermediario do tipo agente ou broker são considerados qualquer um que tem poder para representar um fabricante. Atacaddistas são intermediarios que geralmente vendem para outros intermediarios, geralmente varejistas, qu eé o intermediário que vende para o consumidor final. Existem os intermediarios chamados de distribuidores, que gerlamente estocam, vendem e fazem manutenção nos produtos, mas não é um termo muito bem definido. Dealer é outro termo impreciso para intermediario, que pode ser um atacadista, varejista ou distribuidor.

Os intermediarios geralmente fazem 3 tipos de funções. Função transacional (que é a funçao que o intermediario exerce quando compra o produto, vende o produto ou estoca o produto, em todos os casos assumindo certo risco), Função logística (organizando o produto, reembalando, colocando em menores pacotes, armazenando, e movendo o produto de um lugar para o outro) e Função Facilitadora (fornecendo credito par ao consumidor, testando o produto, dando informação do produto para o cunsumidor).

Existem 2 principais canais para bens de cunsumo e serviços. 1) Canal Direto ( quando o produtor vende direto ao consumidor) e 2) Canal Indireto (quando existe um ou mais intermediarios entre o produtor e o consumidor). O mesmo esquema pode ser aplicado para bens de negocios, onde o comprador é uma empresa.

Existem tambem os canais eletronicos, quando o meio virtual é usado para fazer o produto chegar ao consuidor final. A Amazon.com é um exemplo de canal eletronico, sendo um varejista virtual.

Canais de marketing direto são aqueles pelos quais a companhia fabricante entra em contato direto com o consumidor final, sem haver o contato de um intermediario. Os meios usados podem ser catálogo, email, mala direta, telefone.

Existem também as estratégias de multicanais de marketing. Acontece quando uma companhia usa ao mesmo tempo canais diretos e indiretos para levar o seu produto ao consumidor final. Por exemplo, uma companhia pode vender diretamente ao consumidor final peo website, e ao mesmo tempo ter vendedores que fazem o mesmo papel, mas com contato com o consumidor final. Temos também alianças estratégicas de canais de marketing. é quando uma companhia usa os canais da outra para distribuir seus produtos.

Os sistemas verticais de marketing e parcerias de canais são formas de canais de marketing mais avançadas que permitem uma maior economia e mais competitividade. Um exemplo classico de sistema vertical é quando o fabricante também é proprietário do distribuidor. Sistemas de parcerias de canais são caracterizados quando o fabricante tem alguma parceria contratual com o intermediário para distribuir o produto. Outro exemplo é quando vários pequenos varejistas se juntam para operar um atacadista ou cooperativa. E outro tipo bem conhecido são as franquias q ue também é um tipo de parceria.

Há vários fatores que afetam na escolha dos canais a serem utilizados. Fatores Ambientais (Sao fatores demograficos, economicos, tecnologicos, regulamentares e competitivos, todos fora do controle do fabricante, que mudam constantemente e devem ser estudados quando da escolha de canais), Fatores do Consumidor (são fatores ligados ao consumidor alvo do produto. Quem ele é, onde está, como ele compra, quando ele compra, onde ele compra e outros fatores ligados a ele são muito importantes na definição do canal mais apropriado a ser utilizado), Fatores do Produto (geralmente produtos sofisticados e customizados podem usar canais diretos, enquanto que bens de consumo tendem a utilizar canais com intermediários. O ciclo de vida em que o produto está também pode ser importante para definir o melhor canal) e Fatores da Companhia (Fatores financeiros, tecnologicos, , humanos, da companhia afetam o canal a ser usado).

Três pontos são importantes na escolha do canal a ser usado: A cobertura do mercado alvo (que pode ser intensiva, quando o produto é distribuido em tudo quanto é loja, exclusiva, quando numa determinada área geográfica grande apenas uma loja tem a exclusividade da venda do produto e Seletiva, quando a distribuição fica entre os dois estremos quanto a cobertura), Satisfacao do comprador (a escolha do canal pode ser baseada em caracteristicas do intermediario, como informação, conveniencia, variedade e atendimento) e lucratividade (a escolha do canal geralmente se baseia na lcuratividade que ele vai retornar. Alguns canais podem ser muito mais lucrativos que outros).

Existem 3 tipos de relações entre os canais de marketing. O Conflito (que pode ser vertical, quando algum desentendimento acontece em diferentes níveis, pro exemplo, entre um varejista e um atacadista, ou horizontal quando acontece dentro do mesmo nível), Cooperação (quando canais se juntam de forma organizada para distribuir um poroduto, as vezes sobre coordenação do favricante) e Considerações Legais (que é a criação de normas legais para o relacionamento entre canais e fabricantes).

Ufa... Ainda existe uma parte de logística, mas vai ficar pra próxima...

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Marketing Aula 11

Antes de começar o capitulo 14, sobre promoção, tem o apêndice do capítulo 13 que discorre sobre os aspectos financeiros do marketing.

Primeiro tem o balanço operacional (Operational statement) que resume a lucratividade de um negócio em um período de tempo. Há 3 elementos chaves em um balanço operacional: 1) Elementos de vendas (que inclui o preço pelo qual o produto é vendido, os retornos e descontos e a venda liquida. A venda liquida (receita?) é dada subtraindo-se os descontos e retornos da receita bruta. Retornos é quando o cliente devolve o produto), 2) os elementos do custo ( que incluem uma pancada de coisas. Tem aí a matéria prima, incluindo seus descontos e taxas, tem os custos dos empregados e tudo mais o que vem junto ocmo beneficios e o custo do proprio dinheiro. Custos administrativos, custos com a venda e vários outros custos. Tem a margem bruta que é a receita liquida menos todos os custos variáveis, pelo que eu entendi. Depois so custos fixos sao calculados e subtraido da margem bruta, resultando nos lucros ou perdas.) e 3) Elementos do lucro (que é os lucros ou perdas obtido no elemento anterior).

Então tem as razões operacionais, onde se resume todo o balanço anterior em uns poucos itens e calculando o quanto cada um é em percentual das venda. Valores em percentuais permitem comparação entre diferentes períodos.

Há alguns elementos usados para definição e avaliaçao de preços. 1) Markup - Também chamado de margem bruta é o quando se adiciona ao custo do produto para vendê-lo. Pode ser apresentado em valor ou percentual. O percentual pode ser baseado no preço de venda ou no custo, ambos são usados, mas podem ser muito diferentes.Para atacadistas e varejistas o markup é muito importante.2) Markdown - É o percentual que geralmente se desconta do preço de venda do produto se ele precisa ser vendido, tipo em supermercados quando o produto tá encalhado. 3) Stockturn Rate - É o percentual que o custo dos bens vendidos representa do custo da matéria prima, que é geralmente bem maior que 100%. Para cada tipo de industria existem valores considerados bons para esse percentual, 4) Retorno do Investimento (ROI) - é a receita líquida dividida pelo investimento feito para consegui-la

Bom, é mais ou menos isso que tem no apêndice. E eu nem tenho certeza se isso vai cair no exame. De qualquer forma esse resumo serviu para eu dar uma lida... Vou colocar o capítulo 14, sobre canais, em outro post.

terça-feira, 1 de abril de 2008

Enquanto isso no Brasil

Neste final de semana houve a corrida do Shopping Iguatemi em Campinas, que faz parte do circuito Corpore de corridas.

É uma corrida de 11Km que não costuma ser fácil pois primeiro tem o calor de Campinas e depois ela termina em uma longa subida que termina de detonar o sujeito.

Eu corri, se não me engano, em 2005, quando eu fui para a prova com a Lika, no busão do Tavares. Lá encontrei várias pessoas conhecidas, entre elas o Angel, Belisário e Vanin. Depois, voltando para casa encontrei também o Sadao que também estava no busão do Tavares, foi onde vi ele pela primeira vez. O Angel também me parece que não tinhamos nos encontrado muitas vezes antes da corrida.

Neste ano, porem o Angel teve menos sorte, ele sofreu um acidente leve de carro e não chegou em Campinas, mas estava melhor depois do acidente do que antes.

No entando pelo menos dois amigos estiveram lá, o Hideaki e o Marcel, irmão do Maurão. O Marcel, da primeira foto, é um corredor rápido, que tem rodado fácil na casa dos 40 minutos baixo, nos 10 Km. Fazia tempo que eu não tinha notícias dele, mas pelo jeito continua o mesmo.

O Hideaki, da segunda foto, está em todas. Semama que vem ele participa da maratona de Santiago no Chile, dando partida no seu plano de correr umas 4 maratonas neste ano que segundo ele é o do centerário das maratonas de 42Km. Acho que antes de 1908 havia então maratonas que não eram de 42Km E ele vai comemorar em grande estilo, correndo tantas maratonas quanto possível... Eis aqui o blog dele.

O Hideaki tem diso um dos mais fiéis escudeiros da NT, ele sempre tá marcando presença com a camiseta vermelha! Acho que eu escolhi a pessoa certa para deixar minha camiseta...

Abril

E vão passando-se as estações. O primeiro de Abril foi o dia mais quente do ano. Amanheceu com 8 graus positivos e no meio do dia chegou a 13. E depois de todo frio que não deu trégua desde começo de Novembro, os 13 graus foram maravilhosos. Eu saí para almoçar e foi como se eu não precisasse de blusa. Mesmo os 8 graus de manhã já estavam extremamente confortáveis.

A partir de hoje eu comecei a ir a pé para o trabalho. O percurso está no mapa abaixo, são 2,6Km. Muito mais perto do que os 13Km de antes, e o ponto negativo é que não rola de ir correndo para casa. De manhã estava bastante agradável, eu coloquei a minha blusa mais fina e fui embora, ainda assim cheguei lá com um pouco de calor, já transpirando. Por isso até estou achando que a distância vai ser um pouco grande para o verão, vou chegar lá molhado. Hoje estava 8, imagina com 25 graus.

Mas na volta foi outra estória. Como o site do tempo previa e eu não dei muita bola, a temperatura caiu muito a tarde, agora a noite estando zero graus. E foi nessa temperatura que eu me atrevi a voltar caminhando para casa, com a mesma blusa fina que tanto usei no Brasil e que eu tinha usado de manhã. O vento de 50Km/h chegando a 72km/h fez a sensação térmica ser de 8 negativos. Pelo menos eu tinha uma luva no trabalho, mas por causa da falta do gorro as orelhas logo começaram a congelarem e com 1Km eu já não sentia elas mais. O vento complicava muito as coisas. Quando ele parava eu nem sentia frio, mas quando ele soprava contra era de lascar.

Mas eu segui, ignorando a opção do metrô, já que o caminho é o mesmo dele. São 3 estações de metrô. Mas cheguei enfim, meio congelado, pensando que eu devia a partir de agora dar mais atenção para o site do tempo. Apesar dessa queda de temperatura agora, amanhã ela ainda estará baixa mas então subirá, ficando acima de zero pela próxima semana. Se o site do tempo estiver correto. E que venha o verão, e o calor e o sol... E segue o mapa de casa ao trabalho...