quarta-feira, 24 de março de 2010

Treino loooongo

E eu acho que o duelo tem me feito muito bem. Hoje eu saí meio sem saber o quanto ia correr (na verdade é praticamente semrpe assim...), mas me senti bem, comecei a ir pro norte e não parei. Cheguei meio tarde no trabalho e disse pro chefe que era porque eu não queria parar de correr. Legal chegar nesse ponto hein!

A temperatura tava em torno dos 9 graus e eu subi a Avenue Road, resolvi cruzar a Eglinton e a Lawrence. Continuei indo pro norte, nesse ponto com um plano de passar a Wilson e virar na Sheppard até a Yonge, depois voltar pra Wilson onde pegaria o metrô.

Mas os semáforos da Shepard e da Finch estavam aberto e eu não parava de ir para o Norte. Certamente não apssaria da Steels, e não passei. Cruzar a Steels é sair de Toronto, é entrar em Vaughan, feito que só fiz uma vez num dia frio, 5 graus negativos. Virei na Steels indo até a Yonge. Até a Steels foram cerca de 14 Km indo sempre para o norte. Estas ruas grandes que eu falo o nome dividem a cidade em grandes quarteirões de aproximadamente 2 Km de lado. E você pode ir longe, pode até entrar em ruas menores, sempre tem calçadas largas e muito regulares, ótimas para correr. É surpreendente quando comparo com São Paulo, onde uma das coisas que eu gostava em correr de madrugada era que não tinha carro e eu podia correr grandes trechos na rua, não precisando correr na calçada.

Na Yonge voltei, passei a Finch e entrei no metrô na Sheppard. Ali eu já me sentia mais cansado e não sei se conseguiria correr muito mais. Eu não tinha corrido muito devagar, em alguns trechos curtos tinha sido bem rápido para um longo, e indo para o Norte tem bem mais subida do que descida também. Então eu tava cansado, mesmo sendo descida da Sheppard até a Wilson eu resolvi não ir, melhor não exagerar.

Aqui está o percurso. Notem no perfil altimétrico que tem tem pouca descida até lá pelo Km 16, que é quando eu volto para a Yonge e corro no sentido oposto. Se eu continuasse seria descida até chegar em casa, digo, mais descida que subida. Mas poucas são as subidas difíceis, na verdade tem uma no Km 3 e outra no 10 que são mais complicadas...

Nenhum comentário: