sábado, 13 de março de 2010

Correr e Pensar

E eis que um amigo nosso do grupo de corrida, o Henri (eu não achei a pagina dele para colocar o link aqui, eu desisti de frenquentá-la depois que ele não atualizava o site por uns 5 anos) colocou esse link para a prova de portugues do vestibular, onde há um texto sobre correr e pensar. O texto é interessante, um pouco engraçado e o meu objetivo ao colocá-lo aqui é pouco mais do que disseminá-lo, falar um pouco (bem pouco) sobre isso.

Eu acho que geralmente penso enquanto corro. A não ser que seja uma competição, mas estas eu nem participo mais... Em treinos os pensamentos não vão embora, eu penso no trabalho, penso no dia a dia, nos problemas e nas coisas boas, nos planos. Enfim, muita coisa. Mas pensamentos bons parecem virem mais frequentemente do que quando não estou correndo. Também os pensamentos relacionados com o percurso, que são sempre bons, tipo, você tá na trilha e olha ao seu redor, aprecia a paisagem, pensa que o momento é legal e tal. São momentos de distração, eu acho.

E se corremos acompanhados então, podemos conversar sobre qualquer coisa, rolam muitos pensamentos e trocas de informação, es vezes reclamações do trabalho, às vezes planos.

Mas acho que é a distração que conta, que eu não classificaria como ausencia de pensamento, mas talvez ausencia dos pensamentos que são ruins. E às vezes é difícil se livrar dos pensamentos ruins, do dia ruim no trabalho ou dos problemas do dia a dia, e ainda nesses dias, onde a corrida não te afugente os problemas, correr é bom para ficar cansado. Sim, acho que ficar cansado é bom, é gostoso, ajuda de alguma forma, talvez faz você dormir mais rápido, aí sim, momento em que você não pensa....

Nenhum comentário: