quarta-feira, 3 de março de 2010

A Guerra da Coréia

No começo dos anos 50 os US e vários outros países, inclusive o Canadá, se engajaram numa guerra que não é muito falada mas que custou muitas vidas, a guerra da Coréia. Eu acabei de assistir um documentário do History Channel sobre ela.

O Coreanos comunistas do norte invadiram e tomaram praticamente toda a Coréia do Sul, inclusive a capital Seoul. Os Americanos tremendo nas bases com a ameaça comunista, que segundo eles faria como próxima vítima o Japão, conseguiu organizar junto as Nações Unidas uma força para retomar a Coréia do Sul.

A guerra no começo foi fácil e as tropas das Nações Unidas rapidamente reconquistaram a capital Seoul e continuaram rumando ao Norte, passando pelo paralelo 38 (que era a fronteira anterior entre o Norte e o Sul) e seguiram conquistando terrenos dentro da Coréia do Norte, em direção a sua capital.

O Chineses, que achavam que os US não tinha nada que se intrometer nos assuntos da região, mantinham um exército gigante que estava escondido nas selvas, só esperando o exército da ONU, que não esperava por isso. O que se sucedeu foi que batalhões e mais batalhões da ONU se viram derrepente cercados por todos os lados por um exército muito maior que o deles e num frio que beirava o polar. Foi um grande derramamento de sangue, que obrigou a ONU a se retirar para o Sul não sem antes sofrer enormes baixas. Os chineses juntos com os Coreanos do Norte retomaram Seoul.

O tempo passou e chegaram reforços, que aliados ao grande poder da aviação, retomaram Seoul para os coreanos do sul. A tropa da ONU continuou marchando ao Norte, mas encontrando muito mais resistência dessa vez. A paz foi negociada e a fronteira atual é mais ou menos onde guerra terminou no passado.

Nessa guerra os helicópteros começaram a ter um papel importante, predecessor do papel importantíssimo que tiveram no Vietnam. Tambem nessa guerra as técnicas de medicina militar avançaram muito, com unidades móveis que acompanhavam de perto os exércitos e salvavam muito mais vidas. Mas ainda assim o preço pago em vidas foi enorme, diz-se que em torno de 3 milhões de pessoas morreram.

2 comentários:

juju disse...

olá,
meu filho estava pesquisando sobre os povos nativos do canadá (trabalho de escola ) e encontramos seu blog. Interessante, obrigada. Ele acabou fazendo bom uso dos artigos .
Estive muitas vezes em Toronto, meu irmão mora aí ...e achei bonitas as fotos, alguns lugares eu ainda vi e de outros, matei a saudade.
Continue escrevendo e sempre que possivel , fotografando.

Juliana

Marcos Sanches disse...

Oi Juliana!

Obrigado pelo comentário e pela visita, fico feliz que o blog esteja sendo util! Eu acho bastante interessante a história do Canadá e os povos nativos principalmentes, pois eles sempre viveram num ambiente muito hostil. Wu não sei com dá para viver aqui sem aquecedor...

Felicidades!

Marcos