quarta-feira, 24 de julho de 2013

Dia a dia

- Mãe! Eu sei o que significa aquele sinal. Significa "Pare!". Eu também sei o que significa aquele outro sinal. Significa "O carro não pode ir naquela direção".
O garoto de uns 3 anos apontava o sinal de transito através da janela do bondinho (transporte público), enquanto olhava os carros. A sua mãe sentada no banco ao lado, mexendo no iphone.
- Mããããeee! Eu sei o que significa o sinal. Significa que o carro não pode ir naquela direção. Mas os carros estão indo naquela direção... Mããããeee...
- A mãe no Iphone.
- Os carros não podem ir naquela direção... eu sei o que significa aquele sinal - apontando para fora do bondinho.
- A mãe superocupada.
Eu olhava o garoto com o prazer que a gente tem de presenciar as crianças descobrindo o mundo com perguntas inocentes. Tirei os olhos do garoto pro um momento e olhei pela janela, seguindo o indicador do garoto; lá fora o sinal de trânsito aparece mais uma vez, mostrando que era proibido descer a rua na direção que o nosso bondinho e muitos outros carros estavam descendo. Era uma  seta cruzada na diagonal por uma faixa vermelha, não tinha erro. "Que raios aquela placa está fazendo lá!!?" pensei, já confuso. E eis que aparece outra igual! Quase em frente a minha casa e eu nunca tinha reparado.
- Mãããããe, eu sei o que significa aquele sinal! Não pode ir naquela direção! Mããããeee!
- A mãe no Iphone. Provavelmente respondendo uma pergunta sem importancia de alguem tambem sem importancia.
- Desci do bondinho pensando na placa, meio sem jeito por saber que eu não sabia mais do que o garoto sobre aquela placa.

No primeiro momento eu imaginei que fosse para os carros que vinham na rua perpendicular, dizendo que eles não podia entrar na avenida onde passa o bondinho. Mas então deveria ser uma seta com um ângulo reto, não uma seta reta. E depois eu vi que não tinha rua perpendicular. Na seta perto de casa o que tem é a garagem de um predio do outro lado da rua. Quem está saindo da garagem vê a seta lá do outro lado da rua, dizendo para ele que, tipo, ele tem que sair para a direita, do lado que ele está, não pode ir para a esquerda do outro lado da rua. Isso faria certo sentido se no meio da avenida não tivesse os trilhos do bondinho, que é elevado em relação ao asfalto, e nessa perto de casa tem o ponto do bondinho, com grades e tal. Ou seja, nem dá para sair à esquerda, nem que o sujeito saindo da garagem quisesse. A não ser que ele saia a esquerda, mas na pista da direita, na contra-mão. Isso seria maluco, só se o sujeito estiver dormindo. Mas sei lá, talvez alguem já fez isso, e então colocaram o sinal?

E até hoje vejo essas placas e lembro do garoto que tentava entender o sinal, e lembro de sua mãe que ainda deve estar no Iphone. E então eu tento denovo entender o sinal...


Nenhum comentário: