domingo, 9 de janeiro de 2011

Assim caminha a humanidade

Hoje tem Referendo (ou plebiscito?) no Sudão para decidir se o Norte se separa do Sul ou não. O povo vai decidir através do voto. Situações como essa são sempre um bom momento para pesquisarmos um pouco o que está acontecendo. Eu entendi que o conflito é predominantemente religioso.

O Sudão é o maior país da África e até o Século XIX era formado por vários reinos. A unificação do país veio com o domínio Egípcio no Século XIX e adivisão Norte-Sul com o domínio Egípcio-Britânico no final do Século XIX. Mas segundo entendi o problema das diferenças entre Norte e Sul tem raízes mais no passado, no tempo do Império Romano. Naquele tempo o Egito foi dominado por Roma e o Cristinismo se espalhou pelo Sudão devido a proximidade e comércio com o Egito, e também por causa de missionários Cristãos. No entando o Sudão não se tornou parte do Imperio Romano, diz-se que a área era pobre e os Romanos acharam que não valia a pena o esforço.

Depois vieram os Árabes que tomaram o Egito que se tornou parte do Imperio Otomano. Com eles veio o Islã que acabou se espalhando pelo Norte do Sudão, mas não atingiu o Sul. Me parece que aqui se estabelece pelo primeira vez as diferenças entre Norte e Sul.

No começo do Século XIX o Sudão era dominado por uma aliança entre Inglaterra e Egito, com a Inglaterra dominando o Sul e espalhando o Cristinismo lá, bem como a língua Inglêsa e leis inglesas. No Norte predominava a cultura árabe e assim foi até o Sudão ganhar a sua independência em 1956. As coisas já não iam bem então, e o Sul reclamava muito do domínio do Norte do governo. E com a independência veio a guerra civil que assolou o país pela maior parte dos anos seguintes, até cinco anos atrás quando o país estabeleceu um governo provisório separado para o Norte e o Sul. Agora o povo decide se continua separado e parece que a previsão é para que sim.

Eu acho interessante pensar na influência que a dominação Européia tem em todos esses problemas. E também na influência da religião. Eu tinha uma posição mais contrária em relação à dominação Européia e sua consequência, apesar de reconhecer que não conheço o suficiente da história para que minha opinião conte muito. Talvez as invasões e subsequente independência contribuam para conflitos de pessoas diferentes que foram forçadas juntas sob domínio estrangeiro. Mas sei lá, me parece que mesmo sem isso, haveria desentendimento e guerras, tipo, antes dos Europeus chegaram na África ou na América, os nativos estavam constantemente em guerras uns com os outros. A diferença parece ser que uma guerra civil parece mais cruel pelas atrocidades que vemos na TV. Assim me parece que a falha dos dominadores está muito mais no jeito que deixaram o país, tipo, eles poderiam ter, já na época da indepêndência, dividido o Sudão em partes homogêneas. Eu não conheço a história para saber o quão fácil isso seria, mas do jeito que foi feito me parece que os Ingleses abandonaram uma área cheia de problemas a sua própria sorte. Enfim, vamos ver o que acontece...





Nenhum comentário: