segunda-feira, 5 de abril de 2010

Treino hoje

Ontem eu não corri e com o sol veio hoje a vontade de explorar novos trechos. Saí mais arde com o percurso planejado como a muito não fazia. Saí de camiseta e shorts, também como a muito não fazia. A temperatura de 12 graus de manhã, com o sol brilhando, estava ideal para um treino daqueles que não tem fim.

Embora eu tenha começado bem, por volta do Km 6 eu senti o cansaço nas pernas, arrisco dizer que era o cansaço da Around the Bay da semana passada. Estava na Lawrence com a Bayview, lugar que a muito tempo não faz perte dos meus loops, e poucas vezes o fez. O sol brilhava e o cansaço não era maior do que a vontade de cumprir o plano, de terminar o trecho.

Logo estava na Lawrence e Dom Mills e subindo a Dom Mills, antes de cruzar a estrada de ferro eu encontrei a trilha que marcava a primeira parte de minha aventura de hoje.As pernas cansadas mas a adrenalina de uma nova trilha falava mais alto. A trilha formou uma bifurcação e eu peguei o lado errado. Ali, no meio daquelas casas, árvores, o sol, eu já não tinha mapa o mapa na memória. O lado errado da trilha chegou a um beco sem saida, eu voltei mas não desconfiei que tinha pegado o lado errado da bifurcação, o que acontece muitas vezes é que o mapa não reflete assim tão bem a realidade. Eu estava certo que o mapa havia me pregado uma peça como tantas outras vezes. Só no final do treino, voltando para casa é que notei que havia uma bifurcação e que eu pegara o lado errado. Havia uma bifurcação no meio do caminho, uma bifurcação que me impediu de correr por muitas trilhas numa manhã ensolarada de primavera.

Logo cheguei na Leslie e subi ela até a York Mills, de lá até a Dom Mills. Mas nesse ponto eu percebi que não tinha pernas para ir tão longe, percebi que a segunda parte do plano teria que ser abortada e a segunda trilha ficaria para outro dia ensolarado. Subi a Dom Mills até a Sheppard, e alí cheguei no final da linha do metrô da Sheppard, uma linha que eu nunca havia usado. Os finais de linhas de metrô tem sido objetivos de treinos de vez enquando e chegando ali eu trazia mais uma linha de metrô para a lista.

Terminei cansado e com sede e parei para comprar um isotônico, outra coisa que eu não fazia a tempos. Mas eu não estava cansado e com sede a toa, havia corrido 17Km, havia pegado subidas, tudo sem água e com a temperatura que já devia passar dos 15 graus e que me fazia sentir calor.

Tempo de primavera, sol, tempo de voltar a explorar a cidade...

Nenhum comentário: