domingo, 17 de junho de 2012

Tsunami não é passado

Em Abril, na costa do Pacífico do Canadá, uma motocicleta Harley Davdson foi encontrada dentro de um container, depositado em na praia. O sujeito que achou a moto viu que ela estava bastante estragada, deixou ela lá depois de tirar uma foto e mandar para um jornal. Era evidente que era um item trazido ao Canadá por ocasião do Tsunami no Japão.

Um sujeito motociclista que adora essas motocicletas HD viu a notícia logo encontrou um jeito de não só devolver ela para o dono mas devolver ela concertada.

Encontraram o dono no Japão, que tinha perdido tudo no Tsunami, incluindo três pessoas da família, e estava morando ainda em um abrigo provisório. A questão é que o sujeito pediu para não devolverem a motocicleta. Para ele não era justo/ moral gastar tanto dinheiro concertando ela e mandando de volta para o Japão enquanto tanta gente lá ainda sofria tanto, com necessidades muito básicas. Ele pediu para que ao invés disso, a motocicleta fosse conservada no atual estado e colocada no museu da Harley Davdson in Nova Iorque.

Interessante como as coisas tem diferente valores, dependendo da situação. Enquanto aqui estamos dando muito valor material à moto por ser cara e de uma marca muito renomada, para o japonês o valor da memória dos acontecimentos é maior do que o valor material do objeto.

Só para dar os devidos créditos, eu ouvi isso inicialmente no programa de rádio Earth Beat, da Radio Netherlands, que é repetido nas madrugadas de sábado para domingo pela Radio CBC do Canadá.


Nenhum comentário: