quarta-feira, 20 de junho de 2012

A história como ela é

Esses dias estive dando uma olhada na história da Guatemala. Você pode começar pela Wikipedia se quiser (em Inglês, infelizmente a versão em Portugues é muito incompleta). O que vemos lá é a história que não aprendemos muito em livros. A Guatemala é um caso claro da polítca externa dos EUA durante a guerra fria, influenciando negativamente países pobres em defesa de interesses próprios.

Eu não vou escrever muito aqui, mas os EUA são responsáveis pelo governo militar na Guatemala e pela guerra civil lá, inicialmente por influencia direta e depois pelo fornecimento de armas que levaram a genocídio de parte da população na guerra civil que durou até a pouco tempo atrás e teve incalculável número de civis executados, homens, mulheres e crianças indiscriminadamente. A desculpa de que o governo da Guatemala era comunista, é mais uma piada - o governo estava simplesmente copiando a própria política populista Americana, usada pelos EUA para se erguerem da crise de 29.  O que os EUA fizeram na Guatemala é considerado terrorismo muito pior do que o ataque ao WTC. Vale a pena dar uma olhada na história, que apesar de estar espalhada por aí, a gente não conhece.

A minha atenção a este assunto foi devido a um episódio do programa de rádio This American Life que falou sobre a total destruição de uma vila totalmente pacífica pelo exercito da Guatemala (com conhecimento e suporte dos EUA). Um dos soldados responsáveis pela matança resolveu pegar um jovem garoto para criar como filho. Com o fim da guerra civil pessoas começaram a investigar a destruição da vila e encontraram os responsáveis, que estão sendo julgados pelo genocídio cometido. Mas também descobriram o garoto que foi salvo pelo homem que matou o resto de sua família. Enfim, complicado.O programa é muito interessante, fala da guerra civil, da destruição da vila com detalhes, e entrevista o garoto e tal. Vale a pena conferir, mas é em Inglês.





Nenhum comentário: