sábado, 13 de abril de 2013

Frio, calor, chuva, neve...

O tempo vive mudando e sempre vai ser assim e é por isso que existe vida. O dia ensolarado não é mais importante do que o chuvoso ou o com neve. É simplesmente o tempo, o clima, a vida, e não importa o tempo que está lá fora, a gente vive por causa dele. Para mim é difícil não ver as qualidades boas de um dia com chuva ou neve, mesmo que eu me molhe ou congele.

Pensando desse jeito é estranho, beirando o inaceitável, o quanto as pessoas reclamam de dias chuvosos ou com neve ou frios. O quanto somos dependentes do conforto e preferimos tê-lo à que aceitar a natureza que nos permite viver do jeito que ela é. Aceitar não é a palavra correta, pois para mim não é nem questão de nos forçar a viver com algo que não gostamos por uma questão de respeito, assim como tratamos bem aquele vizinho que achamos idiota. É questão de a chuva, a água ser parte da vida, parte de nós mesmos, simplesmente não faz sentido reclamar, simplesmente não existe do que reclamar, a não ser que você sofreu uma lavagem cerebral que não te permite mais ver o que é bonito, ou que colocou na sua cabeça o que deve ser bonito e feio, bom e mal.

Heje esquentou um pouquinho, mas nos dois dias anteriores a temperatura caiu, choveu muito, até nevou. Tempo mais de Inverno do que Primavera. As reclamações estavam em todos os lugares e a tal ponto que eu não me sinto confortável em dizer que eu não ligo para o tempo chuvoso. E não foram só reclamações, o tempo virou notícia, como se fosse uma tempestada, um daqueles furacões que tem nos USA. A galera estave preocupada. Havia alerta na página do tempo, os notíciários falando se escolas iam abrir ou não, a galera pensando em não ir trabalhar e tal. Mas no final das contas não foi nada de anormal, e toda essa agitação, essa não aceitação, reclamação, preocupação me deixou surpreso, como se eu já não tivesse visto antes. Simplesmente não fazia sentido. Não é nem a questão de se dizer, como muitas vezes dizem "Esse aquecimento normal causa esse tempo maluco....". Não achei que o tempo estava maluco ou mesmo ruim, ou perigoso, não teve nada demais, apenas chuva, um pouco de pedra, o que é comum aqui nesta época (mas pequena, tipo, não machuca ninguém, a chuva congela enquanto cai). E não é que a previsão estivesse errada também, é simplesmente que não havia motivo para tanta aversão ao tempo.

Estamos em Abril e todos esperam por um pouco de calor, inclusive eu. Com frio desde Novembro, é natural que o corpo sinta falta do calor. Mas tudo mundo sabe que Abril pode nevar, aliás pode nevar em Maio também. É a natureza, e quando chove, ou quando neva, eu sou um dos que mais sofrem pois até hoje ainda não tomei vergonha para me vestir apropriadamente. Mesmo assim não dá para não ficar feliz com a chuva, não dá para pensar na água como não sendo vida, ou como sendo algum ruim. Infelizmente a nossa sociedade nos faz ter desgosto pelo que nos dá vida, e parece uma tendência que só piora...

Nenhum comentário: