sábado, 12 de março de 2011

Anarquismo

Dizem que o petróleo vai acabar e o mundo pode degringolar para o anarquismo. A fome vai pegar, revoluções vão estourar e Países com mais alimentos serão invadidos e desestabilizados também, governos cairão (opa, parece que esse já começou...) e no final das contas a estrutura política do mundo não existirá mais, existirão apenas comunidades rurais que podem se autosustentar. Isso talvez seja um tipo de Anarquismo.

Não que eu acredite no parágrafo acima, eu acredito que podemos estar numa encruzilhada onde dificilmente alguém pode saber o que vai acontecer. Mas eu estava caminhando para casa com meu amigo que mora no prédio do lado e a gente tava falando sobre o Anarquismo. Ele me perguntou como seria possível viver sem governo, sem lei, sem estrutura, simplesmente não teria jeito, viraria um caos.

É verdade que seria um caos, mas isso não quer dizer que não seja possível. Eu penso nos inuits e esquimos, o povo nativo que vive no artico. Eles, a meu ver, vivem num sistema meio que anárquico, onde eles dividem tudo, até mesmo o conjuge. Eles praticamente não tem posses, até porque não há muito o que se ter lá no Ártico, e os recursos são tão escassos que se eles vivem cada um pra sim vão ser extintos. Mas enfim, a questão é que é possível, memos que a gente não consiga ver isso, e a gente não consegue ver simplesmente porque na nossa sociedade não é mais possível sem drásticas mudanças. Mudanças culturais.

Aí imaginar um sistema anarquista, onde a cultura e valores são diferentes é algo bem interessante. Nós temos dificuldade de imaginar e aceitar coisas diferentes do que temos. Por exemplo, achamos que errado amarrar uma bomba no corpo e se explodir, ou viver numa ditadura, ou viver como inuit no Polo Norte, ou comer carne de cachorro. Mas isso é simplesmente porque a gente nasceu e cresceu nessa sociedade com certos valores específicos, se tivéssemos nascido China acharíamos normal comer coisas que achamos estranho, por exemplo.

Eu disse ao meu amigo que não é possível para a nossa sociedade, nesse momento, mas que na minha opinião isso não queria dizer que o Anarquismo não fosse possível, ou mesmo não seja uma coisa boa. Na verdade pelo que entendo existem inúmeras teorias anarquistas, com certeza umas melhores que as outras. Eu sinceramente não sentiria muita falta dos nossos governantes... Enfim, eu acho um assunto interessante num tempo onde mais e mais se critica a nossa forma de governo e a nossa sociedade consumista e até a nossa democracia...

Nenhum comentário: