terça-feira, 24 de setembro de 2013

Uma gripe, duas corridas

No Sábado choveu e a chuva que trazia uma frente fria era o anúncio de que estava fazendo calor acima da média. Eu ainda não estava completamente bom da gripe, mas a chuva foi irresistível e eu fui rodar. Descompromissado, desci para o centro na madrugada molhada, curtindo a temperatura e a sensação de liberdade, de contato com o mundo. Passei por aspersores irrigando jardins embaixo da chuva e denovo ponderei sobre como a aparecia é mais importante do que o planeta. Me senti bem e foi um bom exercício. No Domingo esfriou e na Segunda eu corri novamente, agora sem chão molhado e com blusa. a temperatura caiu para 10 graus e eu senti um pouco as pernas, lembrei que talvez eu não corra mais sem blusa até Maio do ano que vem. Mas lembrei também da neve e que frio ou calor, a experiência era sempre uma experiência. Não ainda livre da gripe, mas já voltei a rodar...

Nenhum comentário: