quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Mais um ano se vai

Eu não vou torrar a paciência de ninguem contando aqui os detalhes do meu 2010. Mas falando por cima foi um grande ano, um ano de crescimento. De maiores responsabilidades no trabalho. Ano em que li mais coisas não relacionadas a estatística. O ano que eu decidi de vez ficar no Canadá por tempo indeterminado. 2010 também foi um ano em que não visitei o Brasil e sei lá, tem algo emocional aí, tipo, um ano inteiro sem pisar na terrinha...

Ano de esportes, com as olimpíadas de inverno aqui e todo o barulho por conta do que ela representa para os Canadenses. E depois a Copa do Mundo. Mas o que marcou em esporte é que 2010 foi o ano das corridas para mim, não das corridas de rua pois só fui em duas, mas das corridas matinais. Foi sem dúvida o ano que mais corri, onde a média passou dos 6 Km por dia, todo santo dia. Isso me mostrou a importancia dos amigos no Brasil, a importancia de eles ainda estarem comigo e eu com eles.

2010 também foi o ano de acontecimentos mais tristes - Chuvas no Brasil e no Paquistão, terremoto no Haiti , China e Chile, trabalhadores presos em minas no Chile, China e Nova Zelândia, gripe suina, a polêmica do nova tratamento para Esclerose múltipla, tensões na Coréia, o Vulcão na Islândia que parou a Europa, crises na Grécia e Irlanda, Wikileaks, encontro do G20 em Toronto e toda a sua polêmica.

Acho que devo também falar que 2010 foi um ano de clima muito quente no Canadá. Para um brasileiro que gosta de ver neve e tal, foi decepcionante, com praticamente nada de neve. O verão foi demasiadamente quente e longo. Acho que a maioria da galera gostou, mas eu esperava um clima mais Canadense vamos dizer.

Que 2011 seja um grande ano para todos nós, com muitas coisas boas e sobretudo saúde e alegria. Que cada um encontremos o que queremos ou parte dele ou o começo dele, mas que 2011 seja um ano de crescimento, de coisas positivas para as nossas vidas. Feliz Ano Novo!



Nenhum comentário: